Pesar

“Tô” achando que o meu filtro dos sonhos quebrou. É muita dor no corpo, muito pesadelo. E olha, vou te falar que não acho que é por falta de luz solar não  – porque eu sigo as orientações direitinho (também costumo energizá-lo, sempre que possível). Acontece que as más energias já não ficam mais presas nas teias e os pensamentos positivos tornaram-se tóxicos. 

O óleo aromaterapêutico, que comprei recentemente pra me ajudar a dormir melhor, me derrubou. Acho que funcionou. Bem, por algumas noites. 

“Tô” assistindo aula de yoga (deitada) já tem quase duas semanas. E olha, não “tô” orgulhosa disso. A meditação guiada ficou fora de cogitação. 

Revirando a galeria de fotos, encontrei uma que me fez parar. Não foi a primeira vez. Não foi a segunda. A foto é sempre a mesma, acompanhada do trecho de uma canção do Emicida: “as ligação que não fiz, tão chamando até hoje”. Não chorar não é uma opção  –  eu sempre choro. 

Essa madrugada sonhei com a senhora, vó. A sua sala estava cheia, como de costume. A mesa estava farta e as crianças corriam sem parar. Mas de repente, quando me dei conta de que aquilo não era real, acordei assustada. E sigo assustada. Nada mais será como antes. 

– Você me ama?
–  Deixa de ser besta, menina. 

Te amarei eternamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: