Sampa

Alguém me explica como a cidade do networking é capaz de invisibilizar tantas pessoas ao mesmo tempo? Mais que isso, ignorar a existência mesmo. Digo, São Paulo sempre foi e sempre será a minha favorita, a minha benquista. Mas, não posso negar que a correria (principalmente a do centro da cidade) é algo que impede, por muitas vezes, a conexão entre as pessoas. 

Incompátivel. Eu sei. É mais fácil mobilizar leitores (através de crônicas da vida real) que amolecer corações de quem presencia a carência, a miséria, o medo e nem sequer percebe que presenciou. 

Quero compreender quando foi que nos tornamos tão apáticos. Quando foi que passamos a acreditar, sem questionar, que “trabalho” é sinônimo de “liberdade”. Sabe que agora eu não sei se estou culpando São Paulo ou a humanidade? Só estou com raiva de perceber que a desigualdade está escandalosa e que a taxa de mortalidade só aumenta e que as pessoas perderam a fé e a esperança no futuro. Digo, no presente. Quero dizer, eu não as culpo. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: